Mossoró/RN, 30 de Setembro de 2022

Lavagem de dinheiro: megaoperação cumpre 40 mandados no RN e outros nove estados

Fabiana Sampaio – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Três pessoas foram presas até o início da tarde desta quarta-feira na megaoperação realizada pela Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro, contra acusados de participar de esquema de lavagem de dinheiro de uma das mais perigosas e antigas facções do tráfico de drogas.

A quadrilha, que  teria movimentado cerca de R$ 3 bilhões em apenas três anos, tinha como um dos seus pontos de atuação a comunidade do Brejal, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

O promotor de Justiça Rômulo Santos Silva, integrante do Gaeco, Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado do MP explica que as investigações desvendaram um complexo esquema estruturado  por todo o território nacional.  Empresas de fachada, em nome de laranjas, eram utilizadas na prática conhecida como smurfing, ou seja,  depósitos de grandes quantias de forma fracionada, para dar um aspecto de legalidade ao dinheiro. O esquema também está sendo utilizado em outros crimes, como lavagem de capital por meio de criptomoedas.

 40 mandados de busca e apreensão foram cumpridos por Policiais civis , aqui no estado, e também no Distrito Federal, São Paulo, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Amapá, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Foram apreendidos carros de luxo, dinheiro, joias, documentos e escrituras de imóveis.

Postado em 24 de março de 2022