Mossoró/RN, 17 de Maio de 2022

Em audiência da deputada Isolda, trabalhadores convocam para o dia D de luta pela reversão dos cortes no INSS

Em Audiência Pública realizada pela deputada estadual Isolda Dantas nesta quinta, 31, representantes de sindicatos de servidores do INSS, sindicatos de agricultores e agricultoras e movimentos sociais denunciaram a precarização do INSS e convocaram para mobilização nacional para pressionar Congresso Nacional pela derrubada do corte de orçamento de 980 milhões no INSS. A mobilização também apresenta sugestões de melhorias para garantir direitos.

Djalter Rodrigues do Sindiprevs/RN chocou o plenário da Audiência expondo a situação atual do INSS que tem o déficit de pelo menos 25 mil servidores: “Estamos batendo na porta de todos os deputados federais, senadores, com o pires na mão querendo o mínimo: servidores para dar conta da demanda”.

Ana Aline, vice-presidente da FETARN, disse que a luta é reunir todo apoio possível nos municípios, no Estado e em todo o país, especialmente porque agricultores e agricultoras estão sendo muito penalizados. O presidente da Confederação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura (CONTAG) Aristides Veras afirmou que Dia 5 (de abril), dia D de mobilização em defesa da previdência, “Vamos mobilizar todos os nossos associados. Nós do campo não vamos ficar parados. Vamos à luta no Congresso Nacional para derrubar o corte e manter a previdência viva.”.

A deputada Isolda se solidariza aos servidores do INSS e se coloca à inteira disposição para fortalecer a mobilização em defesa da previdência “Esse processo de mobilização é fundamental para a sociedade entender o que está acontecendo e se responsabilizar. Só a sociedade junto com o sindicato é possível reconstruir a previdência e fortalecer o INSS. Contem com a nossa luta no parlamento, redes, ruas e roçados!”, diz a deputada Isolda.

Participaram da audiência o deputado estadual Francisco do PT, a deputada federal Natália Bonavides e representantes do senador Jean Paul e o deputado Rafael Mota em apoio à mobilização.

Postado em 31 de março de 2022