Mossoró/RN, 06 de Julho de 2022

Governo do RN assina acordo de cooperação para asfaltar Estrada do Melão

Fotos: Sandro Meneses

A governadora Fátima Bezerra assinou nesta terça-feira (05) o acordo de cooperação técnica com a Codevasf – Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba – para as obras de pavimentação de 15 quilômetros da “Estrada do Melão”, de fundamental importância para o escoamento da fruticultura e da produção da agricultura familiar praticada nos vários assentamentos de trabalhadores rurais da região de Mossoró e Baraúna.

A Estrada do Melão tem 31 quilômetros e está subdividida em três trechos. O primeiro, com extensão de nove quilômetros, será asfaltado pela Codevasf, conforme ficou acertado em reunião realizada no dia 11 de março; o segundo, de seis quilômetros, será construído pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte (DER/RN). O terceiro foi pavimentado em 2020, com recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial, através do Governo Cidadão.

“Estamos falando de uma estrada muito importante para a região porque significa desenvolvimento pela função que ela terá no escoamento da produção da fruticultura, uma luta de muito tempo da região Oeste. Compromisso assumido, compromisso cumprido!”, comemorou a governadora, destacando a luta das cooperativas, das associações, do setor empresarial e das lideranças políticas da região ao longo dos anos.

“Alegria nossa porque eu tinha dito que até 10 de abril o governo iria fazer a sua parte no acordo e aqui está. Sigamos em frente para que a obra tenha início o mais rápido possível”, reforçou Fátima, que estava acompanhada da diretora técnica do DER, Natércia Nunes, do secretário do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre Lima, e da secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista.

Esta é a segunda grande obra viária que o governo fará em 2022 para facilitar o escoamento da produção agrícola e industrial na mesorregião Oeste. A outra é a RN-233, que interliga a BR-304, na altura de Assu, até a BR-426 em Triunfo Potiguar, totalizando 40,9 quilômetros. A estrada será totalmente reconstruída para comportar o tráfego pesado de caminhões que por lá passam diariamente, inclusive transportando equipamentos para os parques de energia eólica.

De acordo com o projeto de reconstrução licitado, a pista de rolamento da RN-233 terá sete metros de largura – 3,5 metros em cada faixa – e área de recuo de um metro de um lado e de outro, padrão próximo das rodovias federais. Ficará mais larga, sinalizada e segura.

O plano de recuperação de estradas do Governo do RN prevê investimentos de R$ 47,8 milhões em 2022, recursos próprios. Esse valor não inclui a RN-233, obra de R$ 73,9 milhões, financiada pelo Banco Mundial. No ano passado o DER recuperou rodovias estaduais em todas as regiões do Estado, como a da comunidade Boi Selado, em Jucurutu. Essa estrada foi construída entre 1995 e 1996 e nunca tinha recebido manutenção adequada.

Postado em 5 de abril de 2022