Mossoró/RN, 19 de Agosto de 2022

Casos de síndrome respiratória crescem no país

Médicos observam exame de paciente em hospital de campanha em Guarulhos (SP) 12/05/2020 REUTERS/Amanda Perobelli

Por Tatiana Alves, da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

O número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave aumentou no país, sendo a maior parte deles, 77,6%, causado pelo coronavírus. É o que mostra o Boletim Infogripe, divulgado nesta segunda-feira pela Fundação Oswaldo Cruz.

A análise é referente ao período de 19 a 25 de junho. Nesse período houve crescimento tanto na tendência de longo prazo, considerando os casos das últimas seis semanas, quanto na tendência de curto prazo, observando as últimas três semanas.

Os dados mostram que 16 das 27 unidades federativas apresentam sinal de crescimento na tendência de longo prazo, entre elas, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Nas regiões Sudeste e Sul há indícios de possível interrupção na tendência de crescimento nas últimas semanas, que devem ser reavaliados nos próximos boletins.

Apesar do crescimento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave no país, o Infogripe mostra que entre a população adulta há desaceleração, especialmente nas faixas etárias a partir de 50 anos. Nas crianças e adolescentes também há sinal de queda entre os grupos de 0 a 4 e 5 a 11 anos de idade.

Postado em 5 de julho de 2022