Mossoró/RN, 29 de Setembro de 2022

Mossoró recebe cabine de biossegurança para realização de exames de espirometria

Foto: Wilson Moreno (SECOM/PMM)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a empresa Boehringer Ingelheim, realiza durante toda esta semana um mutirão de exames de espirometria na Unidade Básica de Saúde (UBS) Duclécio Antônio de Medeiros. Até a próxima sexta-feira (23), 90 pacientes serão atendidos.

Para a realização do procedimento, o município recebeu a cabine de biossegurança projetada pela farmacêutica. O equipamento auxilia no diagnóstico preciso de doenças pulmonares crônicas e tem como objetivo criar uma proteção extra para todos os envolvidos no processo do exame. Equipada de tecnologia de alta performance com dois filtros (HEPA e Ulpa) que permitem eliminar 99,9% de vírus e bactérias, purificando assim todo o ar que entra e sai da cabine em apenas um minuto.

Desde o início da pandemia, em função do alto risco de contágio por Covid-19, essa avaliação passou a ser recomendada apenas em casos extremamente necessários, atrasando o diagnóstico de doenças respiratórias como a asma e a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) popularmente conhecida como enfisema pulmonar.

“A farmacêutica desenvolveu uma cabine com capacidade de levar para qualquer lugar com equipamento móvel e assim realizar os exames em nossos pacientes sem que eles precisem se deslocar para outros lugares. Esse exame é importante para a gente observar a capacidade pulmonar daquele paciente que passou pela Covid-19 e está com algum problema ou pacientes com DPOC. Foram agendados 90 pacientes e assim depois teremos os laudos e encaminhamentos necessários para cada paciente”, destacou a secretária de Saúde de Mossoró, Morgana Dantas.

A cabine é completamente fechada. O isolamento e a filtragem microbiológica do ar reduzem o risco de contaminação para técnicos, médicos e demais pacientes e profissionais de saúde. A espirometria é um exame em que o paciente sopra em um aparelho para medir a sua capacidade e a função pulmonar, podendo disseminar aerossóis – que podem conter microrganismos como bactérias, vírus da gripe e o coronavírus SARS-CoV-2 (causador da Covid-19).

“É uma cabine que o paciente fica isolado, com total segurança, e pode realizar esse exame. Na época da pandemia pacientes que necessitavam fazer esse exame ficaram ser realizá-lo pelo fato da contaminação”, explicou a diretora da Atenção Básica da Secretaria de Saúde do município, Katiana Aquino.

Zildene Pereira esteve nesta manhã na UBS Duclécio Antônio de Medeiros acompanhando sua mãe, que tem 102, que foi realizar o exame. Ela destacou a importância da iniciativa e lembrou da dificuldade da população em acessar o procedimento.

“Estamos muito gratos porque nunca vimos isso em Mossoró. A minha mãe tem 102 anos, tem enfisema pulmonar e faz tratamento. Sempre fizemos esse exame particular e é bem caro e agora estamos aqui nesse mutirão. Fiquei muito surpresa e feliz quando recebi a notícia que minha mãe faria o exame. Agradeci logo a Deus porque a gente que é aposentado e vive de um salário mínimo sabe do tamanho da dificuldade, principalmente o idoso. É uma coisa tão gratificante que a gente se emociona”, disse a mulher que mora no Assentamento Vingt Rosado, no polo Jucuri.

Francisco Ferreira, morador do Alto de São Manoel, acompanhou sua neta Ágatha Mábilly, de 8 anos. Ela tem problema respiratório. O avô também destacou a iniciativa. ““É muito bom tratar a saúde dela e graças a Deus encontrei esse local que está fazendo o exame. É muito importante ela estar com saúde. Isso é o mais importante de tudo”.

A cabine de biossegurança é 100% brasileira e chega como uma alternativa viável mesmo na pandemia de Covid-19. Ela permite reduzir a fila de pessoas já cadastradas no Sistema Único de Saúde (SUS) elegíveis para a realização da espirometria e auxiliar no diagnóstico e na avaliação de eventuais sequelas pulmonares pós-Covid 19.

A cabine de biossegurança para espirometria foi apresentada no congresso Americano de Tórax (ATS) em 2021, e que foi citada na lista de referência da Organização Mundial de Saúde (OMS). Ela faz parte do Programa AbraçAR, uma iniciativa da Boehringer Ingelheim do Brasil na prestação de serviços à saúde respiratória brasileira. Desde 2012, a companhia realiza gratuitamente, em parceria com secretarias municipais, estaduais e instituições de saúde, exames de espirometria de acordo com a solicitação e a autorização dos serviços, além de promover programas de capacitação de agentes e profissionais de saúde.

Postado em 20 de setembro de 2022