Mossoró/RN, 27 de Novembro de 2022

Prefeito Allyson Bezerra é acusado mais uma vez de perseguição política após revogação de homenagem feita por Rosalba

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, está sendo acusado mais uma vez de perseguição política. O caso agora envolve a revogação de uma homenagem feita pela ex-prefeita Rosalba Ciarlini, em 2020.

Na sessão da terça-feira (18), o plenário da Câmara de Mossoró aprovou o projeto de Lei 119/2022, que revogou a lei 3.826/2020, que dava o nome de Maria Helena Barbalho à Creche do Proinfância do Bairro Papoco. O novo nome dado ao equipamento foi o de Elineide Carvalho Cunha.

O Projeto que homenageou Maria Helena Barbalho foi assinado pelo então vereador Alex Moacir e sancionado pela então prefeita Rosalba Ciarlini, em 25 de agosto de 2020, de acordo com publicação do Jornal Oficial do Município (JOM).

Embora oficialmente a proposição para revogação da homenagem tenha sido do vereador Lucas das Malhas (MDB), pessoas próximas da família da ex-homenageada afirmaram ao PORTAL DO OESTE que a iniciativa teria partido de Allyson. Motivo seria a ligação política de Maria Helena Barbalho, que faleceu em 2011, com Rosalba.

Em postagem nas redes sociais, a filha da agora ex-homenageada, Cláudia Barbalho demonstrou sua tristeza e fez questionamentos sobre a situação. “Pergunto: qual o sentido de retirar a homenagem? A quem interessa nos fazer passar por tamanha frustração e constrangimento?”, publicou.

Cláudia destacou também que a cidade deveria estar preocupada em mudar o nome de logradouros e prédios públicos que homenageiam ditadores, marechais e generais. “Por menos ditadores e por mais professoras como Celina Guimarães, Heloísa Leão de Moura, Maria Stella Pinheiro, Maria Helena Barbalho e tantas outras mulheres que dedicam suas vidas para transformar vidas através da educação”, acrescentou.

O PORTAL DO OESTE entrou em contato com com o vereador Lucas das Malhas, mas não recebeu retorno até o momento.

Em nota, a Prefeitura de Mossoró justificou que a Unidade de Educação Infantil já existe há mais de 22 anos com o nome de Elineide Carvalho Cunha.

Confira a nota na íntegra abaixo:

A Prefeitura de Mossoró esclarece que a Unidade de Educação Infantil Elineide Carvalho Cunha, localizada no Papoco, já existe há mais de 22 anos com este nome.

Em 2020, a então gestão municipal publicou lei retirando o nome da então homenageada Elineide Carvalho Cunha para homenagear outra pessoa.

Este ano, o vereador Lucas das Malhas apresentou projeto de lei na Câmara Municipal devolvendo o nome Elineide Carvalho Cunha à UEI – pedido, inclusive, feito pela comunidade. O projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores.

Dessa forma, reforçamos que a atual gestão municipal não retirou nenhuma homenagem. O prefeito de Mossoró apenas sancionou e publicou a lei aprovada por unanimidade na Câmara Municipal.

Mossoró/RN, 21 de outubro de 2022
Prefeitura Municipal de Mossoró

Postado em 21 de outubro de 2022