Mossoró/RN, 27 de Novembro de 2022

Instituto Ampara pede repasse de emendas e ajuda da sociedade para não fechar suas portas

O trabalho com a causa animal na cidade de Mossoró tem exercido um papel fundamental onde o poder público não tem chegado. Através da iniciativa de voluntários e Organizações sem fins lucrativos é que as demandas da população são atendidas, em especial nos casos de maus tratos, abandono e acidentes com animais em situação de rua. 

O Instituto Ampara nasceu há mais de cinco anos, fruto do trabalho voluntário com a causa animal de um grupo de jovens mossoroenses sob a condução do ativista da causa animal e atualmente vereador Pablo Aires, motivo que inclusive, o motivou a ingressar na política diante da pouca ação dos poderes públicos em relação à situação desses animais.

Na última semana o Instituto Ampara utilizou as redes sociais e canais de contato com a população para explicar a situação da instituição que possui no momento uma dívida de cerca de 50 mil reais, pois há quase 3 meses vem se percebendo a queda das doações de padrinhos, bem como da população que costumava doar regularmente, deixando de realizar as doações por falta de condições. Atrelado a esse fato, estão os altos gastos com animais resgatados recentemente, ampliando a dívida do Instituto junto petshops e hospitais veterinários parceiros, mesmo com a interrupção dos resgates de animais, muito devido aos que estão sob os cuidados da Ampara, quase 60 animais no todo (destes 8 exigem tratamentos pela vida toda), contando ainda com os que se encontram em lares temporários.

Recentemente o grupo de gestores do Instituto se reuniu para debater o que seria feito, fazendo um levantamento financeiro e verificou também que a Clínica Veterinária Filantrópica Ampara, a primeira do Estado a realizar atendimento veterinário a preço de custo, não estava conseguindo pagar suas despesas. Pablo Aires que atualmente é voluntário do Instituto se comprometeu em intensificar a cobrança das emendas destinadas para o Ampara:

“A emenda estadual ainda não entrou na conta da instituição e as municipais ainda estão em processo, o que torna tudo muito difícil. Nesse sentido, já começamos a pedir agilidade nesse repasse, nos reunindo com quem puder nos ajudar, para que possamos continuar o trabalho do Instituto Ampara e da Clínica Filantrópica”, explica Pablo Aires.

O coordenador administrativo do Instituto Ampara, Bruno Vinicio explica que além da cobrança política o Instituto também adotará outras estratégias urgentes, para sensibilizar a sociedade para a situação do instituto e para a importância do trabalho realizado em Mossoró e até em outras cidades da região:

“Caso não recebamos essas emendas até o fim do ano para dar continuidade ao projeto, deveremos pausar ou finalizar nossas atividades. Agora, estamos correndo contra o tempo, planejando ações de adoção e captação de novos padrinhos. Nosso desejo é crescer e ajudar esses e outros animais cada vez mais, e não iremos descansar até esgotarem todas as possibilidades que temos para nos manter ativos – eles precisam da gente. O encerramento das atividades é nossa última e triste opção”, afirma Bruno.

Para ajudar o Instituto Ampara e a Clínica Filantrópica Ampara com doações de qualquer valor, basta  fazer um Pix com a chave (e-mail): amparamossoro@gmail.com , entrar em contato através do número/Whatsapp: (84) 9 8119-3040 ou ainda pelo instagram: @institutoampara.

Postado em 22 de novembro de 2022