Mossoró/RN, 27 de Maro de 2023

Anestesistas estão em greve há mais de 20 dias em razão de pagamentos atrasados da Prefeitura do Natal e o Governo do Estado

Por Madson Euler- Repórter da Rádio Nacional – São Luís

Com pagamentos atrasados, anestesistas do Rio Grande do Norte paralisaram a prestação de serviço há mais de 20 dias.

Os profissionais da Coopanest, a Cooperativa dos Anestesiologistas do Rio Grande do Norte, que representa 287 profissionais da área, decidiram paralisar as atividades no dia 15 de dezembro, por causa de contratos realizados por meio do Sistema Único de Saúde com a Prefeitura do Natal e o Governo do Estado. Com isso, os exames e as cirurgias eletivas deixaram de ser realizados nos hospitais públicos municipais e estaduais.

De acordo com a Cooperativa, são 6 meses de atrasos consecutivos, referentes a valores não pagos aos profissionais em 2022; e, se até o próximo dia 28 não for realizado nenhum pagamento, a dívida com os cooperados chegará a mais de R$ 5,5 milhões.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que está em trâmite o pagamento das parcelas posteriores a junho e que aguarda abertura do Orçamento. Já a Secretaria de Saúde de Natal, não respondeu aos nossos questionamentos sobre os atrasos nos pagamentos e se há alguma negociação em andamento com a Coopanest.

Desde o início da paralisação, os anestesistas mantêm apenas os serviços de urgência e emergência, além do cumprimento das escalas de plantão.

Estima-se que mais de 3000 procedimentos deixaram de ser realizados pela falta de atuação dos profissionais nos hospitais potiguares.

Postado em 6 de janeiro de 2023