Mossoró/RN, 23 de Maro de 2023

Prates defende nova política de preços na Petrobras

Foto: Maurício Pingo / Agência Petrobras

Por Gésio Passos – Repórter Rádio Nacional – Brasília

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, defendeu uma nova política de preços para os combustíveis refinados da estatal.

Ele considerou um equívoco a política de preço de paridade de importação em vigor, adotado desde 2016.

Para Jean Paul, a Petrobras não deve estabelecer seu preço de acordo com o concorrente, no caso as importadoras de petróleo. Assim, ele indicou que uma nova política de preço deve ser competitiva no mercado nacional.

O presidente da Petrobras também defendeu que a empresa passe por um processo de transição energética para fontes renováveis, com investimento em energia eólica, por exemplo.

Jean Paul Prates também questionou a venda de refinarias pela gestão passada da empresa. Ressaltou que cabe às autoridades identificarem as distorções de preços dessas refinarias.

A Petrobras divulgou, também nesta quinta-feira, o maior lucro anual na história, de R$ 188 bilhões. O valor é 77% maior do que o lucro obtido em 2021. O valor recorde deve-se principalmente ao preço internacional do petróleo, que resultou em sucessivos aumentos nos combustíveis no país.

Com isso, a estatal deveria distribuir R$ 35 bilhões em dividendos aos seus acionistas. Mas a empresa estabeleceu que uma parte, no valor de R$ 6,5 bilhões desses dividendos serão destinados para uma reserva estatutária.

Postado em 2 de março de 2023